Blog feito com amor!

4 de mai de 2010

Lamentamos


Superstição dita a morte de mais dois albinos no Burundi


Uma mãe albina e o seu filho foram assassinados por homens armados com facas e granadas, na província de Cankuzo, no Burundi. O assassinato deverá estar ligado a superstiçõesrelacionadas com os poderes místicos atribuídos a partes do corpo de albinos.
O pequeno país africano tem uma população de oito milhões, entre os quais 500 albinos, reconhecíveis pela ausência de pigmentação na pele, olhos e cabelo. Curandeiros defendem que partes do corpo de albinos trazem sorte no amor, na vida e nos negócios. Estes homicídios elevam para 13 o número de albinos mortos no Burundi desde 2008.
“As duas pessoas foram mortas na noite de domingo por um grupo de criminosos que os encontrou em casa”, afirmou Deogratias Ntahompagaze, chefe da polícia de Canzuko. “A mulher tinha as mamas cortadas e tinham retirado os olhos ao filho e cortando-lhe a língua.”
A polícia adiantou ainda estar a perseguir os assassinos, que podem ter fugido para a vizinha Tanzânia. As autoridades do Burundi suspeitam que a onda de assassinatos tem sido encomendada por curandeiros da Tanzânia, onde já foram mortos pelo menos 53 albinos nos últimos três anos.
Fonte:








Nenhum comentário:

Postar um comentário