Blog feito com amor!

13 de out de 2018

TERCEIRO TRABALHO PUBLICADO, 2018.

TERCEIRO TRABALHO PUBLICADO, 2018.


INCLUSÃO: PESSOAS ALBINAS NO CONTEXTO EDUCACIONAL DO SÓCIO COGNITIVO.
Resumo 
Essa pesquisa tem a finalidade de levar o leitor a sair de pensamentos lineares sobre igualdade e mostrar que a diferença está presente em toda parte e a escola é o local mais propício para as desmistificações existenciais. Contudo, o docente é um dos mais preparados para abrir discursões sobre as divergências e promover condições para amenizar o preconceito no âmbito educacional, sendo também ele responsável de promover a inclusão. Podemos inclusive sugerir o caminho do sócio cognitivo que ajudará a ministrar sua aula apresentando o tema: “pessoas albinas”, sua invisibilidade perante o poder governamental, seus mitos, realidades, condições, limitações e outros, para os discentes, que nunca ouviram falar sobre o assunto, e também para os albinos “caso tenha” em sala de aula, para mostrar que as diferenças existem e devem ser valorizadas. Esse artigo vem trazer propostas para que o professor entenda como lidar com alunos albinos e os cuidados que os mesmos necessitam para melhorar sua aprendizagem. Encontrar livros referentes a esse grupo de pessoas não é fácil, não sabe-se a razão deste fato, se é falta de interesse ou simplesmente por acreditar que o tema é irrelevante, esse foi o fator primordial da escrita dessa pesquisa, transmitir o conhecimento da pessoas albinas e ajudá-las a sair da invisibilidade que as perduram, sair do contexto do “igual”, fazer a “diferença” por meio da educação, pois na sala de aula também se aprende valores. Para enriquecer as discursões do artigo, utilizaremos: GOFFMAN (2004), AMBIEL, PEREIRA e MOREIRA (2015), BÍSCARO (2012) e MELO (2017), que trazem excelentes propostas para o nosso trabalho. 
Veja o artigo completo:

SEGUNDO TRABALHO PUBLICADO, 2016

SEGUNDO TRABALHO PUBLICADO, 2016

A INTERTEXTUALIDADE EM PRETO E BRANCO! SEMELHANÇAS E DIFERENÇAS EM RAÇAS GENÍNUAMENTE OPOSTAS.
RESUMO:
Justifica-se nosso trabalho com um amplo desejo de inseri-lo nas discussões acadêmicas e também no campo literário, substanciando a duplicidade e até mesmo o contraste racial que é a pessoa negra e a branca, (albina). Justificamos também a necessidade de inseri-las no contexto educacional, com a inclusão, pois a vivência do “diferente” é contínua e torna essa discussão ampla. Por tais razões elegemos a GT 12, instituída: Direitos humanos e educação inclusiva, por abordar os direitos por inclusão, ajudando aos profissionais da educação a agirem com responsabilidade, tentando amenizar o preconceito existente dentro e fora das salas de aulas. Com tudo a literatura poderá auxiliar no que diz respeito ao entendimento dos fatos e esclarecimentos das teorias as quais serão aplicadas e postas em prática. Para ampliar tais discussões e auxiliar nosso trabalho, haverá a intertextualidade junto ao conto: La muñeca Negra do autor José Martí. 
Veja o artigo completo:

PRIMEIRO TRABALHO PUBLICADO, 2014

A AUTO ACEITAÇÃO NO COTIDIANO DOS “FILHOS DA LUA”: UMA ANÁLISE DO SER DIFERENTE NA OBRA ESCOLHI SER ALBINO, DE ROBERTO RILLO BÍSCARO.
RESUMO:
O presente artigo leva-nos a uma das características mais marcantes da literatura, a mímesis, essa necessidade eminentemente humana de transcriar, representar, transcender realidades pela palavra, pela imagem dos textos; dessa forma, espera-se que as mais variadas identidades de sujeitos sejam espelhadas pela literatura. No entanto, observamos a ausência de pessoas albinas como personagens em narrativas e poéticas, entre outras manifestações literárias. O objetivo desse trabalho torna-se, portanto, redimensionar as pessoas albinas, até o momento na “invisibilidade” literária e promover a inclusão de obras com esse conteúdo nas discussões acadêmicas. Almeja-se que o presente estudo gere reflexões e contribua para dar a visibilidade e atualidade a literatura do diferente quando se propõe a apresentar um leitura analítica da obra “Escolhi ser albino”, de Roberto Rillo Bíscaro. A metodologia qualitativa de cunho bibliográfico foi a escolhida, já que buscamos realizar leituras e investigar conceitos a partir de noções e teorias da linguagem literária, e a partir desse pressuposto envolver a alteridade dos albinos no âmbito literário, os autores que contribuíram para nossa pesquisa foram: Sébastien Joachin, Ferreira e Guimarães. Contudo, conseguimos mostrar através do livro escrito pelo autor Roberto Rillo Bíscaro a necessidade da inclusão do diferente no contexto literário, transmitindo a importância do mesmo para auxiliar os professores a trabalhar com o que não é comum na literatura, ou seja, sair da zona de conforto por parte de alguns profissionais e ainda envolver a questão do respeito ao próximo e amenizar a homogeneidade existente no próprio albino.
Veja o artigo completo: 

2 de mar de 2018

27 DE FEVEREIRO DE 2018, mais um avanço de conhecimento e reconhecimento da pessoa albina na Paraíba.

27 DE FEVEREIRO DE 2018, mais um avanço de conhecimento e reconhecimento da pessoa albina na Paraíba.


Da autoria de José Adailton Vieira Aragão Melo intitulado: PESSOAS ALBINAS, Nos Interstícios da (In)visibilidade e Estigma, o qual foi resultado de dois anos de pesquisa realizada na Paraíba, especificamente na região de Campina Grande Paraíba.

O trabalho de muito esforço e dedicação o inspirou e o resultado final da dissertação o nomeou para mais um degrau na vida acadêmica, com isso a educação ganhou mais conhecimento, agora Adailton recebeu com muito mérito o título de Mestre.

 Eu Solange (Ángel) não poderia faltar nessa defesa.

Para ampliar seu conhecimento e ajudar aos interessados ao assunto, Adailton publicou dois artigos, também referente as pessoas albinas: “NÃO CONSTO DO CENSO, QUASE NUNCA APAREÇO NA MÍDIA”: UMA REFLEXÃO SOBRE (IN)VISIBILIDADE DOS (AS) ALBINOS (AS). Texto completo: 

“SOU UMA PESSOA COM ALBINISMO. SOU TAMBÉM UMA PESSOA INVISÍVEL”: UM REFLEXÃO SOBRE ATIVISMO E INCLUSÃO. Texto completo: 

             Também escreveu um livro: "Guerreiros do sol e da lua" o qual foi publicado pela Editora: Novas Edições acadêmicas, e está a venda no site da mesma. https://www.nea-edicoes.com  https://www.nea-edicoes.com/catalog/details/store/tr/book/978-3-330-99615-1/“guerreiros-do-sol-e-da-lua”?search=albino





Conhecimento: